domingo, 14 de abril de 2013

Coleta e Destinação Final do Lixo


Com o constante aumento populacional existente no planeta, há uma tendência do aumento do consumo e consequente aumento da geração de resíduos. O problema é grave nas áreas urbanas, assim como nas áreas rurais, sendo estas últimas, muitas vezes não atendidas pelos programas de coleta dos resíduos gerados, pelas autoridades responsáveis.
Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, 2003) revelam que a coleta de lixo nas comunidades rurais atinge apenas 20% dos domicílios, em consequência disto muitas vezes os resíduos são dispostos de forma errônea na natureza.
Em relação à destinação adequada de embalagens vazias de agrotóxicos, há a necessidade de disponibilização por parte de órgãos públicos, de assistências e vistorias técnicas a pequenos, médios e grandes produtores rurais, levando esclarecimento e facilitações, para que não haja omissões de responsabilidades para com estas embalagens e consequentemente com o meio ambiente.

A correta destinação do lixo torna-se cada dia mais importante, pois o acondicionamento feito de forma incorreta pode trazer prejuízos ao meio ambiente e a população em geral.Na zona rural, a coleta de lixo muitas vezes é inviável, por isso os próprios moradores devem fazer a destinação final.

 Existem algumas alternativas para o produtor de utilizar esse lixo como fonte de energia e/ou renda.
O lixo rural também pode ser fonte de energia elétrica, tornando o produtor autossuficiente. Com o biodigestor, o produtor rural pode transformar os dejetos de suínos, de aves e de bovinos em alternativa energética (gás metano), além de obter um excelente adubo orgânico (biofertilizante).
A matéria-prima mais utilizada no biodigestor, o esterco animal, pode ser reciclado dentro da propriedade. Outros tipos de compostos orgânicos também podem ser utilizados, tais como: restos de cultura, capins, lixos residenciais e de agroindústrias.

Ao material orgânico além de ser utilizado no biodigestor, também pode ser aplicado o processo de compostagem (decomposição da matéria orgânica) ou a vermicompostagem (uso de minhocas na decomposição e produção de húmus) em que o produtofinal pode ser aproveitado como adubo orgânico.

A reciclagem é um importante meio de preservação ambiental além de gerar riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar.
Outro benefício da reciclagem é a geração de rendas, várias famílias rurais utilizam palhas e restos da produção, para a fabricação de artesanato como bolsas, chapeis brinquedos e etc.Em razão disso, o artesanato insere-se como um complemento no orçamento da agricultura e pecuária familiar, assim como nos povos e nas comunidades tradicionais, propiciando uma interação com as atividades econômicas e turísticas.
O caminho  a ser tomado para a diminuição do problema é a parceria entre poder público e as entidades que representam a Zona Rural para que se conscientize a população que a responsabilidade pelo lixo, de agora em diante, passa a ser compartilhada,com obrigações que envolvem as empresas,as prefeituras,os governos estadual e federal e também o cidadão.


Referências


http://www.ehow.com.br/diferencas-destino-lixo-moradores-areas-urbanas-rurais-info_32164/
http://www.comciencia.br/comciencia/?section=8&edicao=32&id=373
http://www.ifsuldeminas.edu.br/~ojs/index.php/Agrogeoambiental/article/view/274/270

Nenhum comentário:

Postar um comentário